sábado, 2 de junho de 2012

Olhar Furta-Cor

De verde coloro a vida

lhe dando nova direção.

De branco cubro as emoções,

pacificando meu coração.


Há dias que cores mais quentes

são jogadas em minha janela,

dizem que são as mãos de Deus

mudando o cenário que me espera.


Se dependesse só de mim

azuis seriam os meus dias,

mas minh'alma furta-cor

impede tanta calmaria.


Há cores que ultrapassam

o poder da nossa retina

E as cores do nosso mundo

ficam encobertas por neblina.


É por isso que, ao acordar,

peço a Ele que ilumine

o precioso dom de reparar

no que a vida tem de mais sublime.



Cristina Ferber